Esporte e Lazer

Galeria de Fotos Esporte e Lazer

ACE – ASSOCIAÇÃO COMERCIAL E EMPRESARIAL DE MIRANTE DO PARANAPANEMA

"HISTÓRICO"

 

Em 28 de Maio de 1991, na sede do Mirante Futebol Clube, foi criada a (ACIAMP) nome dado na época, após a reunião e eleição, foi empossado o Sr. Carlos Alberto Vieira, como Presidente para o biênio 1991 a 1993, na segunda eleição, o Sr. Carlos Alberto Vieira foi reeleito como Presidente da ACIAMP, mas na metade do seu segundo mandato, com o descontentamento da classe e da própria diretoria a ACIAMP ficou inativa pelo período de 1994 a Junho de 2001.

Em 28 de Julho de 2001, reuniram-se na sede do Rotary Clube desta cidade a classe comercial local, onde teve a participação de 28 comerciantes locais para darem destino a Entidade.

Os comerciantes presentes na reunião acharam melhor reativar e dar continuidade para os trabalhos da Entidade.

Após a reunião deu-se inicio a eleição e posse da nova diretoria da ACIAMP.

Que foi constituída pelas seguintes membros:

DIRETORIA

Presidente: EDIMILSON GOMES MARTINS

Vice-Presidente: EDUARDO QUESADA PIAZZALUNGA

Segundo Vice-Presidente: JOÃO MAURO LIRA

Primeiro Secretario: MÁRCIA REGINA LOPES DA SILVA CAVALCANTE

Segundo Secretario: HERMES HAMILTON TORO PIMENTA

Primeiro Tesoureiro: ALMIR RODRIGUES DOS PASSOS

Segundo Tesoureiro:VANDA DOMINICE DOS SANTOS

CONSELHO FISCAL

SANDERSON MARINELLI

ROBERTO BELCHIOR

JAIME QUIRINO DOS SANTOS

SUPLENTES CONSELHO FISCAL

MARIA APARECIDA KATITA ANDRADE

ELI DOS SANTOS

CLOVIS DA SILVA

CONSELHO DELIBERATIVO

JONAS FELIX GUSTAVO

Em Agosto de 2001 após uma reunião em Presidente Prudente, com representantes da FACESP – Federação das Associações Comerciais do Estado de São Paulo ficou decidido uma mudança no nome da Entidade, onde se constava o nome de Associação Comercial Industrial e Agrícola de Mirante do Paranapanema, passa a se denominar-se A.C.E. Associação Comercial Empresarial de Mirante do Paranapanema.

Hoje a A.C.E. esta com 78 associados

Aquisições da A.C.E. no Biênio de 2001 a 2003

Parcelamento da divida com a Receita Federal

Um Computador da FACESP

Compra de uma linha Telefônica (3991- 2777)

Instalação do sistema on-line do SCPC

Enfeites de Natal

Um Terreno com uma área de 1.919,95m2

Um equipamento de Som para Propagandas

Quarenta postes para enfeitar *nas datas festivas*

Uma urna para os sorteios

Uma Moto Yamaha YBR para Propagandas

F Realizações da A.C.E. no Biênio de 2001 a 2003

Filiação com a FACESP

Curso de Atendimento (Sebrae)

Promoção de Natal (Natal Premiado 2001)

Sorteio da Promoção Natal Premiado

Convenio com a Caixa Econômica Federal

Promoção Dia das Mães (Mamãe Feliz 2002)

Sorteio da Promoção Mamãe Feliz

Promoção Dia dos Pais (Papai e 10)

Sorteio da Promoção Papai e 10

Convenio com o Correio

Curso Excelência no Atendimento (Senac)

Curso de Oratória (Senac)

Encontro de Secretarias (Senac)

Palestra Empresarial (Sebrae)

Promoção de Natal (Natal da Sorte 2002)

Sorteio da Promoção Natal da Sorte

Convenio com a Nossa Caixa Nosso Banco

 

F Trabalhos realizados pela A.C.E.:

  • Negativação e Reabilitação de Clientes dos Comércios Associados

  • Digitação de Documentos e Contratos para os Associados

Propagandas com Moto de Som

Serviço de Fax

Realização das Promoções Festivas

Patrocínio em eventos nos Assentamentos

Patrocínio na festa de Rodeio de 2002

Fornecimento de certidão negativa de débitos do S.C.P.C.

Indicação de membros para os conselhos de agricultura e terras devolutas

municipais

Oficio ao Prefeito Municipal no sentido de fiscalizar os vendedores ambulantes

Solicitação ao prefeito de outdoors para divulgar o comércio local

Oficio ao Presidente da Câmara Municipal expressando opinião sobre o projeto de lei de "Plantão das farmácias"

Várias Respostas de ofícios para o 2º Pelotão da Policia Militar de Mirante do Paranapanema

Oficio ao Governador Geraldo Alkmin reivindicando providência quanto a Estrada Vicinal que liga mirante a Usina Taquaruçu, pois as obras deveria iniciarem no ano de 2001

Oficio ao Presidente da Câmara Municipal expressando opinião mudança do nome da rua Campos Salles para João Augusto de Almeida

Oficio ao secretário de Governo Dr. Dalmo do Valle Nogueira Filho para implantação de um INFOCENTRO em nossa cidade

Oficio ao governador, sobre a Lei 11.270/02 que amplia a faixa de isenção de impostos das empresas incluídas no Simples Paulista

Oficio sugerindo Prefeito Municipal inclusão de um guarda municipal para o terminal rodoviário onde localiza a A.C.E

Oficio ao prefeito, com 72% de aprovação dos empresários de Mirante do Paranapanema para instalação de um Presídio de Regime Fechado.

- E vários outros ofícios, requerimentos, declarações, convites, emitidos e recebidos que se encontra arquivado na A.C.E.

 

ELEIÇÃO DA NOVA DIRETORIA

No dia 12 de Agosto de 2003, foi realizada Nova Eleição para Diretoria da ACE de Mirante do Paranapanema

A Diretoria esta constituída pelos seguintes membros:

DIRETORIA

Presidente: EDIMILSON GOMES MARTINS

Vice-Presidente: EDUARDO QUESADA PIAZZALUNGA

Segundo Vice-Presidente: JOÃO MAURO LIRA

Primeiro Secretario: MÁRCIA REGINA LOPES DA SILVA CAVALCANTE

Segundo Secretario: ANTONIO MOURA DE AQUINO

Primeiro Tesoureiro: ALMIR RODRIGUES DOS PASSOS

Segundo Tesoureiro: RODRIGO OTAVIO DAMACENA

CONSELHO FISCAL

SANDERSON MARINELLI

ROBERTO BELCHIOR

JAIME QUIRINO DOS SANTOS

SUPLENTES CONSELHO FISCAL

MARIA APARECIDA KATITA ANDRADE

ELI DOS SANTOS

JONAS FELIX GUSTAVO

PRESIDENTE DO CONSELHO DELIBERATIVO

CÉLIO YOSHIO YODONO

SECRETARIO DO CONSELHO DELIBERATIVO

HUGO TAKAO TANAKA

 

BREVE RELATO DA NOVA DIRETORIA

Solicitação do Projeto Empreender (A ACE de Mirante do Paranapanema foi contemplada com o Projeto Empreender, Projeto este que disponibiliza um consultor para estimular as Micros e Pequenas Empresas formais e informais no sentido de fomentar o crescimento local, uma parceria da CACB, FACESP, SEBRAE E ACE de MIRANTE DO PARANAPANEMA

Solicitação do Correspondente Bancário do Banco do Brasil em Mirante do Pma.

No dia 25 de Setembro de 2003 foi assinado o protocolo de Intenções para a criação do Correspondente Bancário do Banco do Brasil nas dependências da Sede da Associação Comercial Empresarial de Mirante do Paranapanema

Inicio da Futura Sede da ACE (iniciou no dia 15 de Setembro de 2003, com previsão do termino para o dia 10 de Dezembro de 2003)

 

ASSOCIAÇÃO MIRANTENSE DE COMBATE AO CÂNCER

 

A associação Mirantense de Combate ao Câncer nasceu dos desejos e ideais de ajuda ao próximo de um grupo de pessoas pertencentes as mais diferentes classes sociais e entidades filantrópicas de nossa cidade. Assim no dia 22 de novembro de 1996, na sede da Unidade Básica de Saúde, Dr Expedito Shizuo Kuroce, realizou-se uma reunião com a finalidade de fundar nesta cidade, uma entidade com objetivo de orientar e conscientizar a população quanto às medidas profiláticas de combate ao câncer e também prestar assistência aos pacientes e parentes dos portadores do câncer.

Na presente reunião estavam presentes a Sra Gilda, da Associação Prudentina de combate ao câncer, a Sra Maria Rosa Malamão, da Rede Feminina de combate ao câncer de Presidente Prudente e a Dra Maria Assunção (mastologista) de Presidente Prudente e representantes da unidade de saúde, do Rotary Club e Lions Club de Mirante do Paranapanema, bem como mais tarde a associação passou contar com a participação da Loja Maçônica de nossa cidade.

No dia 07 de Dezembro de 1996 foi realizada a Assembléia Geral para a eleição e posse da nova diretoria. Contou com a presença de pessoas residentes em Mirante do Paranapanema, Cuiabá Paulista e Costa Machado.

A partir de então foram iniciadas as nossas atividades buscando recursos financeiros junto à comunidade mirantense que tem apoiado essa iniciativa.

Recursos têm sido levantados através de chás beneficentes, almoços, bingos e a contribuição mensal de voluntários. Com isso são prestados assistência a pacientes carentes na compra de medicamentos, alimentos, transporte, manutenção da casa e sede da associação à Rua Demetrio Moreira Clares, com uma "Guarda Mirim", e funcionários que prestam cuidados aos pacientes ali alojados.

Desde a fundação da associação vem prestando assistência medica e de enfermagem a pacientes em seus domicílios contamos com a ajuda de voluntários que doam, semanalmente cestas básicas compostas de frutas que se destinam a pacientes carentes.

Além da parte da assistência a associação também atuam na prevenção, através de palestras, sobre o câncer de mama e do câncer ginecológico, da próstata. Realizam também palestras sobre terapia, dor e câncer- doença, todas ministradas por médicos de Presidente Prudente. Em relação a prevenção de câncer ginecológico foram realizadas palestras pela Dra Tânia em Mirante e Dra Sueli nos Distritos de Costa Machado e Cuiabá Paulista. A partir destas palestras foram coletados materiais para realização de exame de papanicolau em parceria com a Unidade Básica de Saúde na sede do município, Distritos e assentamentos.

Segundo os participantes desta Associação, no decorrer dos trabalhos eles sentem a necessidade do amparo e de condições de vida com dignidade.

Em 18 de março de 2001, foi eleita a atual Diretoria, que está assim composta: Diretor Presidente Dra. Fátima Sueli Gonçalves de Paiva Eto; Vice-Diretor Presidente Vera Magna da Paula Sarquis Agra; 1º Secretário Lídia Ingnácia dos Reis Chelli; 2º Secretário Maria José do Nascimento Fernandes; 1º Tesoureiro Dulcinéia Maria Melo da Silva e 2º Tesoureiro Clóvis da Silva Barbosa (Neno)

Um hospital destinado ao tratamento e assistência aos pacientes com câncer, está sendo construído pela Associação na Rua Papa João XXIII. É um trabalho extraordinário na área médica e assistencial que essa diretoria, e mais de uma dezena de outras pessoas voluntárias, vêm realizando nessa área nos últimos anos.

 

ASSOCIAÇÃO DE USUÁRIOS DO CENTRO COMUNITÁRIO URBANO

(ANTIGO PLIMEC)

 

A ASSOCIAÇÃO DE USUÁRIOS DO CENTRO COMUNITÁRIO URBANO de Mirante do Paranapanema, foi fundada em 15 de outubro de 19977.

Tem como finalidades: a)criar, construir, colaborar na construção e administrar o Centro; b) contribuir para a formação, desenvolvimento e aperfeiçoamento da vida comunitária; c) planejar, realizar e/ou participar de programas de desenvolvimento da comunidade, nos setores econômico, cultural, recreativo, assistencial, cívico, sem distinção de raça, cor, condição social, político ou credo religioso.

Na fundação teve como primeiro presidente, Inês Batista Cavalcante; Vice-Presidente Maria Aparecida Bosso Cabanilha; 1º Secretário Maria José do Nascimento; 1º Tesoureiro Francisco Assis Vieira; Diretor de Patrimônio Alberto Shigueru Tanabe e o Conselho Fiscal composto de Maemura Satoshi, Luiz Massanobu Okubo e José Santana da Silva.

 

CENTRO DE FORMAÇÃO E PROMOÇÃO HUMANA

- CFPH -

Aos vinte e seis dias do mês de Setembro de 1.986, foi realizado a reunião de fundação do Centro de Formação e Promoção Humana, tendo como idealizador do Projeto o então Pároco da Paróquia Santa Terezinha, o padre João Pereira, tendo como seu secretário o senhor Francisco Danno, mais popularmente conhecido como "Coqui" e seus fundadores: Romilda Evangelista da Silva; Judith Rodrigues dos Passos; Massayoshi Saito; Kenji Tanabe; Leni Mara da Silva; José Carlos Barreto; Osmando da Silva; Francisco Danno; Francisco Assis Vieira; Luiza Maria de Melo da Silva; Antônio Aparecido da Silva; Maria de Fátima Barreto da Silva; João Augusto Ribeiro Santo; Francisca Zuza Ribeiro Santo; Maria Joana Costa; José Luiz da Silva; Mercedes Maria da Silva; Maria Leidiselma Nascimento; Rosa Deszo; Francisco Minoru Nakahara; Regina Kerezi; Antonio Moura de Aquino; Tânia Cristina da Costa; Cícero Onofre; e Maria Aparecida Rodrigues Danno; como primeiro Presidente o senhor Francisco de Assis Vieira, e sua primeira Coordenadora Social, a senhora Maria Joana Costa.

O CFPH, teve sua fundação com a finalidade de desenvolver um trabalho junto a pessoa, visando sua promoção humana, e formação pessoal, estimulando e incentivando a organização para seu pleno desenvolvimento e preparo para o exercício da cidadania, sem distinção de nacionalidade, cor, sexo, condição social, credo religioso e político.

O projeto CFPH, tem como estratégia metodológica, atender criança e adolescente, bem como sua família, residentes no município de Mirante do Paranapanema, e busca a legitimação do desenvolvimento bio-psicosocial, cultural e educacional das crianças e adolescentes, assim como oferecer subsídios para viverem num mundo de transformações, enfocando os códigos da modernidade e para terem igualdade de condições de acesso aos bens e serviços que contemplem o seu processo de formação pautadas no que transcreve o ECA- Estatuto da Criança e do Adolescente. Assim seu objeto se atem em ampliar o universo de conhecimento da criança e do adolescente, através de atividades sócio-educativas, de esporte, recreação e lazer, buscando favorecer a IRPS- Ingresso, Regresso, Permanência, e Sucesso escolar, propiciando apoio na organização e interação entre a Escola, Família e Comunidade, priorizando ações a partir de parcerias com Órgãos Governamentais, e não Governamentais, Sociedade Civil, Poder Público Entidades Sociais, Rede Escolar, Gerência Municipal de Saúde, Gerência de Educação e Ação Social, Conselhos Municipal, Diretoria Municipal de Esportes, Diretoria de Ensino, Corporação dos Bombeiros, e a comunidade local, fortalecendo assim nossos trabalhos.

O Centro de Formação, propõe um trabalho visando a promoção humana das crianças e adolescentes, quanto a prevenção do trabalho infantil, da prostituição, drogadição, alcoolismo, fortalecendo a participação efetiva destes na Escola, vivência comunitária e integração à sociedade, assumindo como prioridade a criança e o adolescente, sobretudo em situação de pobreza, risco pessoal e social. O apoio e aceitação deste trabalho social, em pouco tempo recebeu da sociedade civil e do poder público, solidariedade e respeito.

Com base no acima exposto, o Centro de Formação e Promoção Humana, hoje é declarada Entidade Social de Fins Filantrópicos, e de Utilidade Pública Municipal, Estadual e Federal, e em seu espaço físico atende a 105 crianças e adolescentes, no município sede, e é parceiro com a comunidade do Distrito de Costa Machado, no atendimento a 75 crianças e adolescentes ( Programa iniciado no dia 13 de Agosto de 2001.) na faixa etária de 07 a 14 anos, em período alternado ao da Escola, e com três refeições diárias: café da manhã, almoço e café da tarde.

Em seu cronograma de atendimento destacamos as seguintes atividades: -Orientação ao Estudo, - Oficina de Esportes, - Oficina de Artesanato, - Música (coral) - Caratê, - Capoeira, - Informática, - Violão, - Teclado,- Bombeiro Mirim, - Orientação Religiosa, - Atendimento Psicológico, dentre outras atividades como a Roda de Conversa, Habilidades para a vida e lazer.

Em seu programa anual de datas comemorativas, o CFPH, tem o tradicional FESTIVAL VOZ DA CRIANÇA, que aconteceu pelo 17º ano consecutivo, com as seguintes características e objetivos:

Comemorar a semana da Criança

Despertar os dons artísticos das crianças e adolescentes diante da própria comunidade

Proporcionar oportunidades para que as crianças possam expressar seus talentos a nível de igualdade

Lançar mensagens que questione a comunidade a sensibilize diante da problemática da criança

Propiciar alegria a garotada, aos pais e a comunidade, sentindo o valor artístico e cultural que possuem nossas crianças

Angariar fundos ao CFPH, para desempenho de sua atividade principal.

Lembramos aqui, que a idealizadora do Festival Voz da Criança, foi Maria Joana Costa, com seus Monitores e voluntários. Hoje o Festival da Criança tem continuidade com seu quadro de voluntários que se faz em número de 41 voluntários, apoiados pela diretoria do CFPH e toda comunidade, que patrocinam o evento.

O primeiro Festival aconteceu no salão Paroquial, e foi tomando dimensão ,que se tornou impossível realizá-lo no mesmo local, sendo este transferido para o Mirante Futebol Clube, e posteriormente ao Ginásio Municipal de Esportes. Os primeiros Festivais eram realizados com o SOM VICENTE, e acompanhava os calouros a então voluntária e professora de órgão e teclado: Maria Letícia Ferrari. Hoje o Festival acontece com som e acompanhamento de ex calouros do Festival , agora profissionais.

Nestes dezessete anos de CFPH, contamos com os seguintes presidentes a frente dos trabalho: de 1986 a 1990, tivemos como Presidente o senhor Francisco Assis Vieira; de 1991a 1994, o senhor Rubens Reverte Lopes; de 1995 a 1998, o senhor João Tanaka; de 1999 a 2000 a senhorita Regina Kerezi, e atualmente temos como presidente o senhor Sanderson Marinelli, e uma diretoria assim constituída:

Presidente: Sanderson Marinelli, Vice Presidente, Shirley Nascimento da Silva, Primeiro Secretário, Maria Célia Barreto; Segunda Secretária: Maria Inácia da Silva ; Tesoureiro: Maria Edneide Barreto; Segundo Tesoureiro, Maria Aparecida Alamino Barreto (PILIU); CONSELHEIROS: Rubens Reverte Lopes, José de Carvalho Farias, Maria Mercedes da Silva; SUPLENTES; Ivana Cristina Ferrari dos Santos, Inácia Figueiredo de Lima Carvalho Farias e Ana Cristina Barreto dos Santos.

O CFPH, teve como coordenadoras a frente dos seus trabalhos de Setembro de 1986 a Junho de 1989, a Senhora Maria Joana Costa, de 1989 a 1992, a Senhora Francisca Zuza, em 1993 tivemos na coordenação dos trabalhos a senhora Rosa Maria Costa Joaquim, e logo depois, a senhora Francisca Zuza Ribeiro Santo, atual coordenadora e Assistente Social da Instituição.

 

Projeto Pedagógico

O Projeto do CFPH, tem como estratégia metodológica, atender crianças e adolescentes, bem como sua família, residente no Município de Mirante do Paranapanema, em busca a legitimação do desenvolvimento bio-psicosocial, cultural e educacional das crianças e adolescentes, assim como oferecer subsídio para viverem num mundo de transformações, enfocando os códigos da modernidade e para terem igualdade de condições de acesso aos bens e serviços que contemplem o seu processo de formação pautadas no que transcreve o ECA – ESTATUTO DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE. Assim seus objetos se atem em ampliar o universo de conhecimento da criança e do adolescente, através de atividades sócio-educativas, de esporte, recreação e lazer, buscando favorecer a IRPS – INGRESSO, REGRESSO, PERMANÊNCIA, E SUCESSO ESCOLAR, propiciando apoio na organização e interação entre a Escola, Família e Comunidade.

- O Projeto é equipado com: televisão e vídeo, conta também com alguns materiais complementares, como maquina fotográfica, aparelho de som, microfones, materiais de educação física como bolas, bombolês, jogos pedagógicos e materiais consumíveis.

 

Objetivo Geral

- Oferecer um programa das ações complementares à escola e de apoio psicossocial e sócio familiar a crianças e adolescentes na faixa etária de 07 a 14 anos e 11 meses, prioritariamente aqueles em situação de risco pessoal e social, provenientes de famílias com até 2 salários mínimos, incluindo os portadores de deficiência;

 

- Fortalecer as relações pessoais familiares e sociais;

 

- Propiciar condições para o acesso, permanência e ou retorno à escola, contribuindo para o sucesso escolar das crianças e adolescentes;

 

- Possibilitar o acesso das crianças, adolescentes e respectivas famílias à rede de serviços públicas e privadas;

 

- Realizar ações conjuntas com demais serviços ou programas Municipais/Estaduais/Federais, visando oferecer às crianças, adolescentes e suas famílias, condições propícias para o desenvolvimento social, minimizando ou anulando sua condição de exclusão;

 

- Desenvolver ações centradas na família, por ser esta o núcleo essencial à constituição de vínculo afetivos importantes, informando e apoiando os pais para desempenharem com competência seu papel de educadores;

 

- Oferecer atividades coordenadas entre si, atendendo às necessidades e interesses, das crianças e adolescentes, de acordo com, sexo, faixa etária, condições de vida e grau de desenvolvimento físico e mental.

 

NÍVEIS DE ENSINO

Reforço Escolar:

 

- Atender a criança que não tem quem o acompanhe nas tarefas e nos estudos em casa, e desenvolver nelas o hábito de estudar, ler, interpretar, calcular, hábito de leitura e escrita;

 

- O Projeto favorece ampliação do UNIVERSO CULTURAL da criança e do adolescente, desenvolvendo habilidades para a vida moderna e o exercício da cidadania, e ainda a prevenção a drogadição, ao trabalho infantil, ao abuso e violência sexual (prostituição infantil) fatos tão presentes numa sociedade com extrema desigualdade social;

 

- Oferece ainda um programa de ações complementares à escola e de apoio psicossocial e sócio-familiar a criança e adolescente na faixa de 07 a 14 anos e 11 meses, incluindo os portadores de deficiência;

 

- Propicia condições para o acesso, permanência e ou retorno à escola, contribuindo para o sucesso escolar das crianças e adolescentes;

 

- Oferece atividades coordenadas entre si, atendendo às necessidades e interesses das crianças e adolescentes e interesses das crianças e adolescentes, de acordo com sexo, faixa etária, condições de vida e grau de desenvolvimento físico e mental;

 

- Dividindo-se o trabalho em 04 módulos faixa etária e grau de escolaridade.

 

MÓDULOS.

1º Módulo de 07 a 08 anos = 1ª à 2ª série.

2º Módulo de 09 a 10 anos = 3ª à 4ª série.

3º Módulo de 11 a 12 anos = 5ª à 6ª série.

4º Módulo de 13 a 15 anos = 7ª à 8ª série.

 

CLAREAMI

O CLAREAMI - Centro de Lazer e Apoio Reeducativo Pró-Abstinência de Mirante - é uma OSCIP – Organização da Sociedade Civil de Interesse Público. Sua sede é no município de Mirante do Paranapanema e seu CNPJ é 02.334.741/0001-34.

O CLAREAMI tem por finalidade promover ações no sentido de: ajudar crianças e jovens a não se iniciarem no uso de bebidas alcoólicas; ajudar a bebedores sociais a se afastarem definitivamente do uso de bebidas alcoólicas; ajudar a ex-portadores de Alcoolismo a se manterem definitivamente afastados do uso de bebidas alcoólicas.

As ações do CLAREAMI, que sempre se apoiarão na comunidade, incluirão: orientação à população, colaboração com outras entidades, promoção de campanhas e de palestras e cursos, e criação e manutenção de um Centro de Lazer e Apoio Reeducativo.

O CLAREAMI teve sua 1ª diretoria eleita em 11 de maio de 1997. O presidente da primeira diretoria foi a Srta. Regina Kerezi, RG 13 975 509-SP-SP, CPF 060 437 688 - 01.

A idéia de criação do CLAREAMI, aplicação de um trabalho de pós-graduação, trabalho que na época ainda estava em desenvolvimento, do Dr. Antonio Santana Meneses, foi exposta num encontro realizado no dia 30 de novembro de 1993, na sede social do Rotary Club de Mirante do Paranapanema.

De junho de 1993 até fevereiro de 1997 o Dr. Meneses, residente em Presidente Prudente, trabalhou como psiquiatra do Centro de Saúde de Mirante do Paranapanema, município que tem uma população de menos de 16 000 habitantes e se situado a aproximadamente 70 km de Presidente Prudente, SP.

Em setembro de 1994, a monografia que fundamenta o CLAREAMI, intitulada Alcoolismo: Avaliação da Política de Recuperação, Diagnóstico Causal e Tratamento, foi apresentada à Universidade do Oeste Paulista para a obtenção do título de Especialista em Metodologia do Trabalho Científico, e aprovada com a nota máxima.

A idéia do CLAREAMI se baseia nas crenças seguintes:

1_ É muito difícil um ex-portador de Alcoolismo manter-se definitivamente sem usar bebidas alcoólicas no meio comum onde cotidianamente recebe muitos convites para beber.

2_ O empenho do ex-portador de Alcoolismo e de sua família geralmente é insuficiente para resolver o problema de se manter definitivamente abstêmio.

3_ O ex-portador de Alcoolismo precisa aprender um novo programa de vida o qual exclua o uso de bebidas alcoólicas.

4_ É necessário que também a família do ex-portador de Alcoolismo reprograme seu estilo de vida.

5_ É necessário apoio da comunidade do ex-portador de Alcoolismo para que ele possa ter sucesso na reprogramação de vida que inclui exclusão de bebida alcoólica.

6_ A comunidade está culturalmente programada para usar bebidas alcoólicas.

A partir de 1994, grupos do CLAREAMI começaram a fazer palestras noturnas nas escolas da cidade de Mirante e de seus distritos, informando aos estudantes e professores o que é o Alcoolismo, qual a sua gravidade, a necessidade de criação de um CLAREAMI, e convidando-os a adotarem o movimento. Então já convidávamos os jovens a não se iniciarem no uso ou a abandonarem o uso de bebidas alcoólicas.

Palestras semelhantes passaram a ser feitas também em outros locais como, por exemplo, Rotary Club, Maçonaria, grupos das Comunidades Eclesiais de Base, comerciantes de bares e similares, professores, policiais, guardas-mirins, motoristas transportadores de estudantes, grupo da terceira idade etc.

No ano de 1995, elementos do CLAREAMI mobilizaram outras pessoas e juntos realizaram um levantamento da população portadora de Alcoolismo no município de Mirante do Paranapanema, de acordo com os critérios do DSM-III-R - Manual Diagnóstico e Estatístico de Transtornos Mentais da Associação Americana de Psiquiatria.

Referido levantamento verificou que, entre outros números, na população de 15.163 habitantes do município:

o número de portadores de Alcoolismo era 562 ( 3,70 % de toda a população )

havia 6,3 homens para cada mulher portadora de Alcoolismo

05 dos portadores de Alcoolismo (0,88 %) tinham até 20 anos

03 entre cada 04 portadores de Alcoolismo estavam na faixa etária de 21 aos 50 anos, época na qual as pessoas precisam estar trabalhando para manter a si e às suas famílias, e período no qual estão modelando os filhos na formação de suas personalidades.

São resultados objetivos significativos da ação do CLAREAMI os seguintes:

As quermesses juninas promovidas pela Igreja Católica, a partir de 1996 passaram a ser realizadas sem uso de bebidas alcoólicas e com brilho semelhante ao das dos anos anteriores.

Algumas outras festas da comunidade e até comemorações privadas têm se realizado sem o habitual uso de bebidas alcoólicas.

Em dezembro de 1996 a Câmara Municipal aprovou por unanimidade Lei que estabelece penas para comerciantes que venderem ou servirem bebidas alcoólicas a menores de 18 anos. Foi projeto do Dr. Rubens Reverte Lopes, na época vereador do município e membro do CLAREAMI.

O CLAREAMI é originário de Mirante do Paranapanema e ainda está em construção. Algumas percepções que ganharam força com o funcionamento do CLAREAMI foram:

Mais vale prevenir o Alcoolismo do que cuidar de suas conseqüências

O autodenominado beber social é causa:

De maus desempenhos escolares e ocupacionais tanto por efeitos posteriores ao consumo alcoólico quanto pela intoxicação durante o trabalho ou na escola;

De irresponsabilidades envolvidas no cuidar dos filhos ou da casa, e ausências relacionadas ao álcool que podem ocorrer na escola ou no trabalho;

De uso de álcool em circunstâncias fisicamente contra-indicadas (por ex., dirigir um veículo ou operar máquinas estando embriagado);

De dificuldades legais decorrentes do uso de álcool (por ex., detenções por comportamento intoxicado ou por dirigir alcoolizado);

De indivíduos continuarem consumindo bebidas alcoólicas apesar de saberem que o consumo continuado lhes traz problemas sociais e interpessoais significativos (por ex., discussões violentas com o cônjuge enquanto intoxicado, abuso dos filhos);

De aumento significativo do risco de acidentes, violência e suicídio. Estima-se que aproximadamente metade das mortes no trânsito envolvem um motorista ou um pedestre embriagados;

De ausências do emprego, acidentes e baixa produtividade no trabalho.

O autodenominado bebedor social, além de tudo o que foi referido, é a fonte da qual saem os portadores de Alcoolismo.

O CLAREAMI reconhece que a tarefa a ser realizada é enorme e só terá bom termo se na sua realização a comunidade participar de forma progressivamente crescente.

Os fatores genéticos explicam apenas uma parte dos riscos para Alcoolismo, sendo que uma parte significativa do risco provém de fatores ambientais ou interpessoais, que podem incluir atitudes culturais para com o beber e com a embriaguez, disponibilidade de álcool (inclusive o preço), expectativas quanto aos efeitos do álcool sobre o humor e o comportamento, e experiências pessoais adquiridas com o álcool.

A tarefa a ser realizada consistirá na troca das falsas fontes de prazer representadas pelas bebidas alcoólicas por verdadeiras fontes de prazer, como leituras, esportes, jogos, cinema, televisão, passeios, música, poesia, teatro, gincanas, jogos eletrônicos, trabalhos filantrópicos, etc.

O CLAREAMI entende que a propaganda de bebidas alcoólicas é um forte motivo para a manutenção e aumento do consumo dessas bebidas. Por outro lado o CLAREAMI entende que a propaganda de bebidas alcoólicas é enganosa, segundo o que estabelece o parágrafo 2º do artigo 37 do Código de Defesa do Consumidor. Em decorrência desse entendimento o CLAREAMI iniciou processo judicial no sentido de que a Lei seja obedecida e a propaganda de bebidas alcoólicas cesse.

O modus operandi do CLAREAMI inclui:

Difundir e manter forte na comunidade a crença de que a abstinência de bebidas alcoólicas é o caminho mais promissor, mais seguro e mais simples de se evitar os males que as pessoas sofrem e causam com o uso de bebidas alcoólicas.

Difundir e facilitar a realização da crença de que o lazer é uma necessidade básica para uma vida saudável.

Difundir a crença de que é necessário temer as coisas perigosas, e que usar bebidas alcoólicas é uma coisa perigosa.

Difundir a crença de que é necessário usar o próprio pensamento inteligente para distinguir entre o bom e o ruim, o certo e o errado.

Difundir a crença de que o próprio futuro depende das ações realizadas no presente.

Exercitar a crença de que a mudança de hábitos precisa de estimulação cotidiana.

Difundir e estimular a crença de que as pessoas já são capazes de ou são capazes de aprender a pensar, sentir e agir de modos acertados e adequados.

O CLAREAMI fundamenta sua ação, entre outras, nas seguintes bases ético-científicas:

O alcoolismo é o uso de bebida alcoólica que resulta em prejuízo para o usuário, para a sociedade ou para ambos.

O alcoolismo é exemplo de gravíssimo problema social produzido por usuários de bebidas alcoólicas e que tem fatores sociogênicos de importância fundamental.

O alcoolismo, na perspectiva do CLAREAMI, compreendido como Problemas Relacionados ao Álcool, refere-se às doenças resultantes do uso de álcool, tanto as mentais como as somáticas, e inclui também os variados e graves problemas sociais resultantes do uso de bebidas alcoólicas, como os acidentes automobilísticos, os acidentes de trabalho, faltas ao trabalho, as brigas nos locais de bebida e nos lares, desestruturação dos grupos familiares, ocorrências policiais, processos judiciais, incapacidade ocupacional, invalidez, custos previdenciários, etc.

A ingestão de bebidas pelas pessoas ocorre principalmente, em conseqüência da cultura do álcool, um processo sociogênico.

A cultura do álcool na sociedade de consumo desde cedo favorece a programação das crianças - pelos exemplos dos mais velhos para beberem quando se reunirem com outras pessoas para finalidades como: festejo, lazer, comemoração, confraternização, ou por motivo de: folga, tensão, alegria, medo, raiva, tristeza, paixão... Esses motivos para beber são coisas presentes no cotidiano de todas as pessoas, pelo que, em decorrência da cultura do álcool, deve-se beber todos os dias.

A atuação da Medicina e das associações antialcoólicas geralmente tem acontecido após as pessoas evoluírem no hábito de beber.

Êxito no trabalho com os Problemas Relacionados ao Álcool está na sua profilaxia e envolve políticas de saúde coletiva, que é mister do Estado, que em sua plenitude deve ter um diálogo com a sociedade civil, a partir de diretrizes que deveriam consubstanciar a democracia participativa.

A profilaxia dos Problemas Relacionados ao Álcool consiste na mudança da cultura do álcool: substituir as ações de beber por outras que produzam satisfação e não contenham riscos.

As pessoas são capazes de substituir velhos padrões por novos padrões de comportamento-compreensão-sentimento, para isso os processos de profilaxia e de recuperação devem estar atinentes, também, do desenvolvimento de um processo de planejamento multidisciplinar. O exercício da cidadania pode incluir ação cotidiana coletiva no sentido de não se usar as bebidas alcoólicas, uma vez que elas são desnecessárias e severamente prejudiciais. A ação cotidiana coletiva deve incluir a avaliação crítica dos meios de comunicação como geradores de "ícones" motivadores à cultura do álcool.

O CLAREAMI tem atuado na sua sede e nos mais diversos lugares, como igrejas, clubes, escolas e bairros, reunindo pessoas e pensando com elas sobre a falta de natural necessidade de uso, os riscos e prejuízos que acompanham o uso do álcool elegendo o lazer como instrumento de construção e reconstrução da condição humana plena, num processo educativo e reeducativo.

Resultados já obtidos pelo CLAREAMI incluem:

Recepção de casamento, comemorações de aniversário, bailes, festas juninas, jantares, etc., têm sido realizados com exclusão do uso de bebidas alcoólicas.

A quermesse junina que desde 1986 a Igreja Católica promove na praça pública e reúne grande parte da população do município, a partir de 1996 passou a excluir o uso de bebidas alcoólicas, inclusive isentando de álcool o quentão.

Colaboradores do início do CLAREAMI: Selma, Marlene, Carlinhos, Terezinha, Antonio, Zequinha, Margarida, Cida, Lurdinha, Maraci, muitos colaboradores das CEBS e Hilda Kerezi e José Kerezi, o pai.

Dr. Meneses tem sido presidente de Honra do CLAREAMI desde a sua primeira diretoria.

A nossa prática nos ensinou que a sede do CLAREAMI é cada um dos diversos lugares em que nos reunimos. Durante um tempo funcionamos num prédio da Associação Atlética do Banco do Brasil, na Av. Zil Brasil, imóvel que nos foi emprestado sem custo. Reconhecemos essa colaboração e somos por ela agradecidos.

A Primeira Diretoria do CLAREAMI foi eleita e empossada em 11 de maio de 1997, tendo como Presidenta a Srta. Regina Kerezi.

Composição da Terceira Diretoria do CLAREAMI:

Presidente: José Roberto Vieira

Vice-Pres.: Rubens Reverte Lopes

1o.Secret: Ana Paula Vieira

2o.Secret: Maria de Lourdes Aguinelo Silva

1o.Tesour: Paulo Garcia Martins

2o.Tesour: Terezinha Ferreira Lima

1o.Diretor Social: Maria Célia Barreto

2o.Diretor Social: Selma Felix da Silva

 

Conselho Fiscal: Antonio Sobral de Vasconcelos

Maria de Lourdes Silva

Manoel Monteiro de Moraes

 

Suplentes: Maria Deuzinha Felix da Silva

Antonio Marcos Alves

José Antonio Honorato Filho

Composição da Quarta Diretoria do CLAREAMI:

Presidente: José Roberto Vieira

Vice-Pres.: Rubens Reverte Lopes

1o.Secret: Ana Paula Vieira

2o.Secret: Isvi Marques da Silva

1o.Tesour: Maria Aparecida Alves Vieira

2o.Tesour: Maria Deuzinha Felix da Silva

1o.Diretor Social: Maria de Lourdes Silva

2o.Diretor Social: Selma Felix da Silva

Conselho Fiscal: Osmando da Silva

Antonio Sobral de Vasconcelos

Zilda Ferreira Colenda Silva

Suplentes: Andréia da Silva Nascimento

João Augusto Ribeiro Santo Júnior

Manoel Monteiro de Moraes.

 

DIVISÃO MUNICIPAL DE ESPORTES (2001-2003)

(Colaboração de Sérgio Poça)

A Divisão Municipal de Esportes, a cargo de Sergio Poça, vem organizando o esporte nas categorias de base no Futebol de Campo: Fraldinha, Dente-de-Leite e Dentão, voltando assim a participar das competições que Mirante ficara de fora por alguns anos, como o Campeonato Estadual das Categorias Menores e Torneis Regionais.

Dando seqüência as categorias de base, o mesmo trabalho, que é desenvolvido no Futebol de Campo, também se fez realizar no Futebol de Salão, envolvendo crianças e adolescentes do sexo masculino e feminino de 7 a 16 anos de idade na qual denominamos de "PROJETO VIDA".

No Futsal feminino, sob o comando do técnico Néquinha, Mirante conquistou 2 Torneios Regionais e ficou em 3º lugar na 1ª Copa Integração do Pontal.

Estão sendo desenvolvido também outras modalidades esportivas, como o Voleibol masculino e feminino, Tênis de Mesa masculino e feminino e o Basquetebol masculino.

Estas modalidades, apesar de não constarem como técnicos contratados ou professores de Educação Física, se desenvolveram com a colaboração de ex-atletas e na base da raça.

Na área de atletismo a volta de competições no calendário anual. Depois 30 anos Sérgio Poca escolhe o dia 1º de maio para a realização, da Prova Pedestre do Trabalhador, são 10.000 metros onde mais de 400 atletas participaram da prova de 2003 e tivemos 6 atletas masculinos e 4 femininos, colocado entre os 100 melhores do Ranking brasileiro.

A Prova Pedestre do Trabalhador, trouxe de volta a prática do atletismo, que era nos 60 e 70 uma modalidade esportiva muita apreciada pelo povo do Município de Mirante do Paranapanema.

Mas a grande conquista do Esporte de Mirante na Gestão "Kalu", com Sérgio Poca junto ao Esporte, sem dúvida alguma foi a conquista das 11 (onze) medalhas nos Jogos Regionais de Dracena – 2003 sendo 3 ouro, 4 pratas e 4 bronze, uma conquista inesquecível.

Nos Jogos Regionais de Dracena – 2003, Mirante ficou na 8ª colocação no quadro de medalhas, competindo com 80 municípios.

Em termos municipais referindo-se as categorias adulto, Sérgio Poca fez acontecer o 1° Campeonato de Municipal de Futebol nos assentamentos, com a participação de 18 equipes. Pelo 2° ano consecutivo aconteceu o campeonato de verão no distrito de Costa Machado registrando-se a presença de grande público, o maior dentro dos 6 município.

No distrito de Cuiabá Paulista a Divisão Municipal de Esportes vem colaborando para a realização do Campeonato de Futsal masculino e feminino adulto, torneio este, diga-se de passagem conta também com um grande público.

Na sede do Município realizou-se no 1º semestre o Campeonato Municipal de Futebol de Campo, de janeiro a junho - julho o Campeonato Municipal de Mirante de Futsal masculino adulto 1ª a 2ª divisões, com a participação de outros municípios vizinhos.

Outra conquista que merece destaque foi a Copa Integração do Pontal, Sérgio Poca lutou durante 2 anos junto aos colegas do Município de Marabá Paulista, Tarabai, Euclides da Cunha, Rosana e Teodoro Sampaio para criar a Copa, e sempre mostrando a todos a economia que o torneio traria aos cofres públicos e a melhoria na qualidade técnica dos atletas ao longo dos anos.

A Copa Integração do Pontal conta com 6 (seis) modalidades: Futebol, Futsal masculino e feminino, Voleibol masculino e feminino e Basquetebol (masculino) e só podem participar atletas nascidos ou que residem no município.

A colônia Japonesa teve a colaboração da Divisão Municipal de esportes, sempre incentivando e participando de Torneios de Gueitbol que a colônia participou e conquistou.

O Município de Mirante do Paranapanema marcou sua presença nos Jogos Abertos do Interior realizados no período de 10 a 18 de Outubro de 2003 na cidade de Santos, um feito inesquecível para os mirantenses.

Um dos principais colaboradores do Esporte tem sido o Diretor Administrativo – Financeiro Antônio Celestino da Silva, que esteve sempre disposto a facilitar o nosso trabalho e nos compensando sempre com uma premiação à altura das competições organizadas pela Divisão Municipal de Esportes, além de ter conquistado o 3º lugar na abertura da TV Fronteira – Futsal – 2001.

 

 

TÍTULOS CONQUISTADOS 2001 – 2003

Campeão Sub-Regional Copa São Paulo – Futsal masculino sub-21 – 2001.

Campeão Sub-Regional Copa da Juventude – Futsal masculino sub-18 – 2001.

Bi-Campeão Sub-Regional Copa São Paulo – Futsal masculino sub-21 – 2002.

Bi-Campeão Sub-Regional Copa da Juventude sub – Futsal masculino sub-18 – 2002.

Campeão da Copa Integração do Pontal de Futsal masculino sub-21 – 2003.

Campeão da Copa Integração do Pontal de Voleibol masculino sub-21 – 2003.

8º colocado no quadro de medalhas dos Jogos Regionais de Dracena-2003, conquistando 11 (onze) medalhas sendo:

Voleibol de Areia Feminino – 1º lugar medalha de ouro.

Tênis de Mesa Feminino (3 medalhas) - 2º lugar Duplas (prata), 2º lugar Duplas (prata) e 3º lugar por equipes (bronze).

Atletismo Feminino, 10.000 metros – 1º lugar (ouro).

Atletismo Feminino, 5.000 metros - 1º lugar (ouro).

Atletismo Feminino, 1.500 metros – 2º lugar (prata).

Atletismo Masculino, 10.000 metros – 2º lugar (prata).

Atletismo Masculino, 5.000 metros – 3º lugar (bronze).

Atletismo Masculino, 800 metros – 2º lugar (prata).

Atletismo Masculino, 10.000 metros – 3º lugar (bronze).

 

 

FLAMENGO F. C. – "O MAIS QUERIDO"

O Flamengo F. C., nasceu no dia 17 de abril de 1956, de uma porção de esportistas, visando dar a Mirante mais um bom esquadrão de futebol. Essa porção de elementos, destacamos os senhores Geraldo Gambá, Waldemar Tenório e José Alves Feitosa.

Inicialmente foi organizado como juvenil. Nesta categoria, conquistou duas taças: PAULO DE ASSIS e 7 DE SETEMBRO.

O grande esportista mirantense, Sr. Caetano Lopes, vendo o esforço dos jovens integrantes do Juvenil Flamengo, resolveu dar todo o seu apóio e, transformou o juvenil em amadores, surgindo o possante FLAMENGO FUTEBOL CLUBE, que devido as suas brilhantes atuações recebeu do povo o nome de O MAIS QUERIDO DA CIDADE.

Foi eleita a primeira diretoria rubro-negra que ficou assim formada: PRESIDENTE DE HONRA - Sr. Domingos Machado de Vasconcelos; PRESIDENTE, Sr. Caetano Lopes; VICE-PRESIDENTE - Sr. Pedro Daltro de Vasconcelos; 2° SECRETÁRIO - Sr. Francisco de Assis Rodrigues; 1° TESOUREIRO - Sr. Lucas de Menezes Bonfim; 2° TESOUREIRO - Sr. João Augusto de Almeida; DIRETOR ESPORTIVO - Sr. José Alves Feitosa e para TÉCNICO foi escolhido o Sr. Geraldo Gamba.

Na categoria de Amador, o FLAMENGO F. C. conquistou os seguintes troféus: "TAÇA ULISSES MAIA", conquistou num torneio entre as seguintes equipes: NAZARÉ F. C.; MARABÁ F. C.; CORINTIANS F. C. (de Presidente Venceslau); ESTUDANTES DE VENCESLAU F. C. e Comercial de (Presidente Venceslau). Foi o seguinte quadro que conquistou a Taça Ulisses Maia: Bugre, Nego e Moreira, Birrinho, Jaconias e Darci, (Ademar), Paulinho, Augusto, Picinico Lima e Rodrigues.

Ganhou também a TAÇA OLIMPIO DENTISTA, está taça foi oferecida para ser disputada entre o FLAMENGO F. C. E O MIRANTE F. C. porém, como o Mirante F. C. não jogou, o FLAMENGO F. C. ganhou por desistência.

O MENGO, ganhou finalmente a TAÇA CAMPEÃO DA CIDADE. Esta taça foi disputada numa grande disputa na categoria de atletismo, onde concorreram: O FLAMENGO F. C. , MIRANTE F. C. E O JUVENIL MIRANTE CLUBE. Este último formado por elementos da colônia japonesa radicada em Mirante.

Foram os seguintes elementos rubro-negros que contribuíram para a conquista da taça: Augusto e Darci - 100 Metros Rasos, Augusto e Darci - 200 Metros Rasos, Darci, Augusto, Rodrigues e Gamba - 400 Metros Rasos, Maurinho, Moreira, Gamba e Carmo - 800 Metros Rasos, Maurinho, Bequinha, Zé Loió Carmo, Gonçalo e Pedrão - 1500 Metros Rasos, José Alves, Pedrão, Darci e Carmo - revezamento 4 por 400 metros.

Na contagem geral sagrou-se campeão, conquistando a Taça "CAMPEÃO DA CIDADE" os atletas do FLAMENGO F. C.

Os rubros-negros instalaram sua sede social, no centro da cidade e conseguiram do dinâmico fundador da cidade. Sr. IRAKU OKUBO a doação de um vasto terreno onde construíram seu estádio que se encontra totalmente cercado e muito bem gramado. O estádio do MENGO recebeu o nome de ESTÁDIO D. LEONOR MENDES DE BARROS em homenagem à esposa do ilustre homem público brasileiro Sr. ADHEMAR PEREIRA DE BARROS, pois dele tem recebido todo apóio.

Na construção do estádio, a grande família rubro-negra contribuiu muito, tornando, realidade muito mais depressa do que se esperava, o grande sonho do MENGO que é o de possuir o seu próprio estádio.

Atualmente, o Flamengo F. C., conta com os seguintes elementos no seu plantel: DAVID MENEZES BONFIM - Birrinho - nascido nos 26/06/26 em Ribeirópolis, Estado de Sergipe - posição: Zagueiro direito; - PAULO DE M. BONFIM - Cabeleira - nascido aos 23/06/31, em Ribeirópolis, Estado do Sergipe - posição: ponta direita; LUIZ CARLOS DE SOUZA - Valentino - nascido aos 29/3/39 em Assis, Estado de São Paulo - posição: goleiro; ANTONIO RODRIGUES - Rodrigues - nascido aos 28/10/34, em Presidente Prudente, Estado de São Paulo - posição: Ponta esquerda; FRANCISCO S. LIMA - Garrincha - nascido aos 30/10/38, em Ybicoam, Estado do Ceará - posição: meia esquerda.

 

 

ATA DA 1ª ASSEMBLÉIA GERAL PARA FUNDAÇÃO E ELEIÇÃO DA DIRETORIA PROVISÓRIA DA GUARDA MIRIM DE MIRANTE DO PARANAPANEMA – SP.

Aos vinte e dois dias do mês de setembro de um mil, novecentos e setenta e oito, com início às 20,30 horas, na Câmara Municipal de Mirante do Paranapanema, Estado de São Paulo, com a presença do Sr. Prefeito Municipal, Dr. Amadeu Campos, delegado de Polícia deste Município, Sr. Maemura Satoshi, Presidente da Comissão Municipal do MOBRAL deste Município, Professor Walter Vieira, supervisor de Área do Mobral da micro- região de Mirante do Paranapanema, Sra. Inês Batista Cavalcante, Presidente da AUCCU deste Município, Sr. Antônio Quirino Cavalcante, vice prefeito, Sr. Nícolas Elias Saab, Presidente do Rotary Club, Pe. José Sometti, Pároco deste Município, Sr. Jaime Quirino dos Santos, Presidente do Mirante Futebol Clube, cabo Valdir Antônio dos Santos, comandante do destacamento policial, Professora Heroína dos Santos Cruz Kershaw, diretora da EEPG. Professora Joana Costa Rocha, Professora Ana Maria Danno, Professora Leonildes Jacinto de Freitas Campos, diretora da ESGM. Comercial, os senhores José Furlanetti, Aparecido Martins da Fonseca, Joaquim Siqueira Campos, Aristides Terengue, José Figueiredo Facial, João Reverte Lopes, Francisco Ferreira Lima, Benedito Mendes Couto, Odíbio Claudino Araújo, representando a comunidade Mirantense, e soldado Antônio Lorenzetti, foi iniciada a 1ª Assembléia Geral para a Fundação e Eleição da Diretoria Provisória da Guarda Mirim de Mirante do Paranapanema. Inicialmente, o Sr. Maemura Satoshi agradeceu a presença de todos, explicando que os mesmos foram convidados para esta assembléia, objetivando a solução de um problema levantando pelo mobral, através do PES e da Assistência Social deste município , que é dar uma ocupação e orientação aos menores que estão se marginalizando e evitar problemas sociais futuros. Em seguida, o Dr. Amadeu Campos explicou os objetivos da Fundação, bem como solicitou a colaboração de todos, no sentido de oferecer alguma coisa para amparar esses menores. O destacamento Policial, através do cabo Valdir, colocou a disposição o soldado Antônio Lorenzett, que será o responsável pelo comando da Guarda Mirim. A elaboração do Estatuto, será dentro de alguns dias, ficando o Dr. Amadeu de entrar em contato com outras cidades que já possuem esta fundação, para nos espelharmos em seus estatutos e fazermos adequação na elaboração do nosso. Foi esclarecido a necessidade de eleger como diretoria provisória, que através, que através de aclamação unânime passou a ser a seguinte: Presidente Dr. Amadeu Campos, Vice - Presidente; Sr. Horácio Bevilacqua, Diretor de Ralações Públicas: Professor Walter Vieira, Secretário Geral: Professora Edith Caivano Joppert, 1ª Secretária: Professora Ana Maria Danno, 1ª Tesoureiro: Yoshio Yamamoto, 2º Tesoureiro: Aparecido Martins da Fonseca, Procurador: Dr. Ely Campelo Cabral, Comandante da Guarda: Antônio Lorenzetti. O conselho deliberativo e o conselho Fiscal, ficou de consultar algumas pessoas que não estiveram presente nesta assembléia, para ver se aceitariam a incumbência; em seguida, o Dr. Amadeu Campos solicitou junto ao Sr. Prefeito, um sala, mesas, cadeira e impressos. O Sr. Prefeito se colocou a disposição no que for possível a Prefeitura colaborar, já ficando certo de que disporiam de uma sala na ESGM Comercial para funcionar provisoriamente. Foram levantadas dúvidas e sugestões para campanhas beneficentes, para compra de uniformes e demais despesas. O presidente eleito, solicitou que o Sr. Prefeito enviasse um mensagem à Câmara solicitando uma subvenção para a Guarda Mirim. Focou marcado para o dia 28 p.p. às 20,00 horas, na ESGM comercial a próxima comissão da Diretoria Executiva para estudo e formulação do estatuto; nada mais havendo a ser tratado, agradecendo mais uma vez a colaboração de todos, foi encerrada a 1ª Assembléia Geral da Guarda Mirim de Mirante do Paranapanema, que eu Walter Vieira, lavrei a presente ata, que após ser lida e aprovada será assinada para todos que estiverem presentes.

Mirante do Paranapanema, 22 de Setembro de 1.978.

NOTA NO JORNAL

PREFEITURA MUNICIPAL DE MIRANTE DO PARANAPANEMA

DECRETO N.º 1.434, de 21 de Dezembro de 1.988.

 

"Declaro de Utilidade Pública a Entidade que especifica".

CECÍLIO MANOEL DE LIRA, Prefeito Municipal de Mirante do Paranapanema, Estado de São Paulo, no uso de suas atribuições legais,

 

DECRETA:

Artigo 1º - É declarado de utilidade pública a Guarda Mirim de Mirante do Paranapanema, com sede no Município de Mirante do Paranapanema, Estado de São Pulo, nos termos da Lei n.º 967, de 12 de dezembro de 1.984.

Artigo 2º - Este decreto entrará em vigor da data de sua publicação, revogadas as disposições em contrário.

Paço Municipal "Presidente Tancredo Neves", 21 de dezembro de 1.988

 

CECÍLIO MANOEL DE LIRA

Prefeito Municipal

Publicada e Registrada na Divisão de Administração da Prefeitura Municipal de Mirante do Paranapanema, em data de 21 de dezembro de 1.988.

CLÁUDIO JOSÉ MAIOLI

Respondendo pelo Expediente

Da Divisão de Administração

EXTRATO DO ESTATUTO

A Guarda Mirim de Mirante do Paranapanema- sociedade civil e filantrópica, sem caráter religioso, racial ou político, com sede e foro no Município e Comarca de Mirante do Paranapanema - SP, destina-se a aceitar meninos de 10 (dez) a 14 (quatorze) anos de idade, incompletos, com a finalidade principal de os orientar e instruir nos bons e sadios princípios da honestidade, do trabalho, da moral cristã, da verdade, da justiça, do cumprimento à Lei, do amor ao próximo e à Pátria, do respeito às autoridades, aos mestres, aos pais e aos mais idosos.

A administração da Guarda Mirim ficará a cargo de uma Diretoria eleita anualmente, composta de 5 presidentes de hora, 1 presidente, 1 vice-presidente, 1 secretário geral, 1 1º secretário, 1 1º tesoureiro, 1 2º tesoureiro, 1 procurador, 1 diretor de relações públicas.

A Diretoria será eleita pelo Conselho Deliberativo, que por sua vez será eleito por Assembléia do sócios.

O Estatuto só poderá ser mudado por decisão em reunião que por sua vez será eleito por Assembléia dos sócios.

O Estatuto só poderá ser mudado por decisão em reunião conjunta dos Conselho Deliberativo e Fiscal e da Diretoria.

Os sócios não responderão individual ou coletivamente, por qualquer compromisso assumido pela Diretoria.

A Sociedade tem tempo indeterminado de duração e vindo a dissolver-se, os seus bens reverterão em benefício das instituições de caridade da cidade.

Mirante do Paranapanema, 11 de Outubro de 1.978.

 

AMADEU CAMPOS

ATA DA PRIMEIRA REUNIÃO DA DIRETORIA EXECUTIVA DA GUARDA MIRIM DE MIRANTE DO PARANAPANEMA.

Aos vinte e oito dias do mês de setembro de um mil novecentos e setenta e oito, às vinte horas, numa das salas do colégio comercial, deu-se início a primeira reunião da diretoria executiva da Guarda – Mirim de Mirante do Paranapanema, sob a presidência do Dr. Amadeu Campos presidente da referida Guarda. Dando início o Sr. Presidente cumprimentou a todos os presentes e pediu que se fizesse a leitura da ata da Primeira Assembléia geral para a fundação e eleição da diretoria provisória da Guarda – Mirim de Mirante do Paranapanema. Após lida e aprovada a ata , o Sr. Presidente expôs os assuntos a serem tratados na presente reunião que são os seguintes: 1º estabelecer data para as reuniões mensais. 2º Fixar data para recebimento de inscrições quer de candidatos a guardinhas, quer de sócios contribuintes e de pretendentes a serviços da Guarda. 3º Programações, visando angariar fundos. 4º estatuto. 5º assembléia para aprovar o estatuto. 6º Outros assuntos trazidos pelos membros da diretoria . Após várias discussões chegou-se a seguinte conclusão: 1º ASSUNTO - Estabeleceu-se que as reuniões mensais da diretoria serão todas as terças-feiras do mês às oito horas.

ASSUNTO - As inscrições serão feitas a partir do dia dois de outubro até o dia quinze de outubro das treze as dezessete horas e das dezenove às vinte e duas horas no colégio Comercial. Fixou – se também a distribuição das tarefas:

a)- recebimento da inscrição do menor - 1ª Secretaria.

b)- recebimento de inscrição do sócio contribuinte – Segundo Tesoureiro

c) relacionar firmas interessadas nos serviços da Guarda. Diretor de relações públicas. Estabeleceu-se também o número de inscrições que foi fixada em cinqüenta. Para o candidato inscrever-se deverá preencher os seguintes requisitos: idade de dez a catorze anos incompletos; atestado escolar, atestado médico, requerimento assinado pelo pai ou responsável. Quanto ao 3º ASSUNTO o Sr. Presidente apresentou duas idéias que foi prontamente aceita por todos ou seja, a)- Festas (churrasco, brincadeiras dançantes). B) relacionar algumas pessoas para serem padrinhos dos Guardas- Mirins, cabendo a eles o pagamento do uniforme do afilhado. Ficou determinado a cor do uniforme, calça azul e camisa bege. 4º ASSUNTO que fala sobre o estatuto foi explicado que após visitarem diversas cidades para verificar os estatutos já existentes, o Dr. Amadeu Campos e o Sr; Antônio Lorenzetti, montaram o estatuto de Mirante do Paranapanema que após lida deverá ser votado para serem introduzidas as modificações feitas as modificações o mesmo será ainda submetido a apreciação da Assembléia Geral que é formada pelo conselho Deliberativo, Conselho Fiscal e Diretoria executiva que será na próxima terça – feira dia três de outubro às oito horas no Rotary Clube: Quanto ao Sexto – Assunto: Foi discutido apenas o início do trabalho dos Guardas Mirins que ficou previsto para o próximo dia quinze de novembro. Nada Mais havendo a tratar o Sr. Presidente encerrou a presente reunião, agradecendo a presença de todos e reforçando o grande ideal que a todos nós compete com esta Guarda - Mirim, que eu Edith Caivano Joppert, secretario Geral , lavrei a presente ata, que após lida e aprovada será por mim assinada bem como pelos demais presentes.

Mirante do Paranapanema, 28 de Setembro de 1.978.

ATA DA 2ª ASSEMBLÉIA GERAL DA GUARDA MIRIM DE MIRANTE DO PARANAPANEMA

Aos três dias do mês de outubro de um mil novecentos e setenta e oito às vinte horas e trinta minutos no Rotary Clube de Mirante do Paranapanema, sob a presidência do Dr. Amadeu de Campos e com a participação de vinte e sete elemento do conselho geral da Guarda Mirim, deu-se início a Segunda Assembléia Geral da Guarda Mirim de Mirante do Paranapanema com a finalidade de aprovar o Estatuto da referida Guarda. Antes da leitura do respectivo estatuo, o Sr. Presidente procedeu a eleição de um Presidente e de um secretario dentro do Conselho Fiscal que ficou assim determinado: - Presidente – Maemura Satoshi, Secretario – Luiz M. Okubo e do Conselho deliberativo que ficou assim estabelecido: Presidente: Túlio Marcos de Area Leão e secretario: Gilvia Luci Asêncio da Silva. Após esta eleição, passou-se a leitura do Estatuto que foi aprovado por unanimidade. Após a leitura, os presentes fizeram diversas perguntas, as quais foram respondidas pelo Sr. Presidente Dr. Amadeu campos. Dentre os Presentes, alguns se prontificaram a dar assistência gratuita a Guarda Mirim quais sejam: Dr. Núbio Pinto de Medeiros – Assistência Médica, Francisco Dano assistência Odontológica, Benedito Mendes – Serviços de Barbearia, José Farias de Figueiredo – Medicamento a preço de custo, Nícolau Elias Saab – apitos e cordões. Foi também nesta reunião citado alguns nomes para serem padrinhos dos Guardinhas. Foi sugerido por um dos presentes, que no final do ano se distribuísse na cidade envelopes para o natal dos Guardinhas, o que foi aceito por todos Nada mais havendo a tratar o Sr; Presidente encerrou a presente reunião, agradeceu a todos dizendo que esperava encontrar-se com todos em outra reunião tão produtiva como esta do dia de hoje e eu, Edith Caivano Joppert, secretaria geral lavrei a presente ata que após lida e aprovada será por todos assinada.

Mirante do Paranapanema, 03 de Outubro de 1.978.

 

RELAÇÃO DE PRESIDENTES DA GUARDA MIRIM

PRESIDENTE: Dr. Amadeu Campos;

VICE PRESIDENTE: Sr. Horácio Bevilacqua;

DIRETOR DE RELAÇÃO PÚBLICAS: Professor Walter Vieira,

SECRETÁRIO GERAL: Profª. Edith Caivano Joppert,

1º SECRETÁRIO: Profª. Ana Maria Danno,

1º TESOUREIRO: Yoshio Yamamoto,

2º TESOUREIRO: Aparecido da Fonseca Martins,

PROCURADOR: Aparecido da Fonseca Martins,

 

CONSELHO FISCAL

Conselho Fiscal: Maemura Satoshi, José Pedro, João Reverte Lopes, Benedito Mendes, Dr. Francisco Danno, Luiz Massanobu Okubo, Hélio Giacomini.

Conselho Deliberativo: Roberto Ferrari, José Furlaneti, Luiz C. Marcolino, Gilvia A. Gomes, Túlio Marcos de Area Leão, Núbio Pinto de Medeiros, Eizi Sato, Sumio Onishi, Francisco Ferreira Lima, Antônio Quirino dos Santos, Heroina dos Santos Cruz Kershaw, Joana Garcia Lorenzetti, Leonides Jacinta de Freitas Campos, Geraldo Gamba, Osvaldo Speri, Pe. José Sometti, Jaime Quirino dos Santos, Nicolas Elias Saab, José Farias de Figueiredo, Diva Sarquis Agra.

Suplente: Conselho Fiscal: Valdir Bezerra, Tateaki Ikeda e Takeiche Yoshino. Conselho Deliberativo: Pedro Dirceu Cançado, Antônio Vitoriano de Lima, K. Kikuchi e Manoel de Mendonça. Período de 22/09/1.978.

PERÍODO DE 10/12/1.978

DIRETORIA EXECUTIVA:

PRESIDENTE: Horácio Bevilacqua,

VICE PRESIDENTE: Osvaldo Speri,

SECRETÁRIO GERAL: João Reverte Lopes,

1ª SECRETÁRIA: Ana Maria Danno,

1º TESOUREIRO: Ioshio Iamarnoto,

2º TESOUREIRO: Aparecido Martins da Fonseca,

PROCURADOR: Dr. Ely Campelo Cabral,

Diretor de Rações Públicas: José Farias de Figueiredo

CONSELHO FISCAL: Presidente: Maemura Satoshi,

Secretário: Luiz M. Okubo

Membros: Eith C. Joppert, Hélio Giacomini, Francisco Danno Suplentes, José Pedro da Silva, Benedito M. Couto e Valdir Bezerra. PERÍODO DE 10/12/1.978.

CONSELHO DELIBERATIVO: PRESIDENTE: Túlio Marcos de Area Leão

Secretário : Maemura Satoshi,

Membros: Heroina Santos Cruz Kershaw, Kanichi Kikuchi, Ana Maria Danno, Valter Vieira, Noboru Kasae, Benedito Mendes, Antônio Vitoriano de Lima, Edson Pereira da Silva Nicolas Elias Saab, Chucralah Elias Saab, Luiz Cândido Marcolino, Diva Sarquis Agra, Eizi Sato, Geraldo Gamba, João Reverte Lopes, Joana Garcia Lorenzetti, Luiz Massanobu Okubo, Chuji Egashira, Sumio Onishi.

SUPLENTE: José Furlanetti, Roberto Aparecido Ferrari, Massatake Kague, Leonides Jacinta de Freitas Campos e Walter Quirino dos Santos.

DIRETORIA EXECUTIVA: PERÍODO DE 20/12/1.979.

PRESIDENTE: Horácio Bevilacqua,

VICE PRESIDENTE: Núbio Pinto de Medeiros,

SECRETÁRIO Geral: Osvaldo Speir,

SECRETÁRIO: Francisco Danno,

1º TESOUREIRO: Heráclito Benitez,.

2º Tesoureiro: Jaime Quirino dos Santos,

Diretor de Relações Públicas: Hélio Giacomini,

PROCURADOR: Dr. Eli Campelo Cabral

DIRETORIA EXECUTIVA: PERÍODO DE 22/12/1.980.

PRESIDENTE: Horácio Bevilacqua,

Vice Presidente: Francisco Cândido Marculino,

Secretário Geral: Rubens Reverte Lopes,

1º Secretário: José Adhemar de Castro,

1º Tesoureiro: Valdir Antônio dos Santos,

2º Tesoureiro: Elias dos Santos,

PROCURADOR: Dr. Ely Campelo Cabral,

RELAÇÕES PÚBLICAS: José Sérgio Nunes,

DIRETORIA EXECUTIVA: PERÍODO DE 1.990 á 1.991.

PRESIDENTE: Horácio Bevilacqua,

VICE-PRESIDENTE: Dr. Núbio Pinto de Medeiros;

SECRETÁRIO GERAL: Luiz Massanobu Okubo,

1º Secretário: Delmiro Severino Coelho,

1º Tesoureiro: Valdir Antônio dos Santos,

2º Tesoureiro: João Tadeu Saab,

RELAÇÕES PÚBLICAS: Dr. Noboru Kasae,

PROCURADOR JURÍDICO: Dr. Hélio Giacomini,

 

DIRETORIA EXECUTIVA: PERÍODO DE 1.997 À 1.998

PRESIDENTE: Túlio Marcos de Area Leão,

Vice Presidente: Claudecir Veiga Beraldi,

Secretário Geral: Vagner Marques Fioravante,

1º Secretário: José Luiz Kerezi,

1º Tesoureiro: Geraldo Rodrigues Mota Junior,

2º Tesoureiro: Milton Katayama,

Relações Públicas: Clóvis da Silva Barbosa,

PROCURADOR: Dr. Roberto Sanchez Figueiredo.

DIRETORIA EXECUTIVA: PERÍODO DE 06/11/1.999 À 06/11/2.000.

PRESIDENTE: Clóvis da Silva Barbosa,

VICE PRESIDENTE: Manoel Curti Filho,

1º Secretário: José Otacílio Sarques Agra,

2º Secretário: Maemura Satoshi,

1º Tesoureiro: Aldo Cândido Vieira,

2º Tesoureiro: |José Antônio do Nascimento Sobrinho,

Relações Públicas: Nícolas Elias Saab,

PROCURADOR: Roberto Sanches Figueiredo

PRESIDENTE ATUAL: Clóvis da Silva Barbosa

Total de Guardas Mirins: 119 sendo 61 (Sessenta e uma mulheres) e 58 (Cinqüenta e oito Homens.

Secretária da Sede: Lidiane Souza Ribeiro

Guarda Mirim da Sede.

 

JORNAL MIRANTE NOTÍCIAS

O JORNAL MIRANTE NOTÍCIAS começou a circular em 04 de março de 2000 e teve sua última edição, a de número 44, no dia 07/09/2002. Chegou a circular com uma tiragem de até 3.000 exemplares, com dois cadernos, e além de Mirante do Paranapanema, em outros municípios vizinhos, como Sandovalina, Tarabai, e Marabá Paulista. Deve como Diretor responsável, Miguel Gabriel, e dentre outros, os seguintes colaboradores: Gilberto Massateru Ito; Hildo Bim, Júlio Vasconcelos; Nenca Coelho, Antônio Sobral de Vasconcelos, Milton Paulo dos Santos; Kerezi e Dr. Hélio Giacomini.

LIONS CLUBE DE MIRANTE DO PARANAPANEMA – SUA CRIAÇÃO

 

A idéia da fundação deste clube nesta cidade, partiu de um ex-morador de Mirante, Sr. Wilkem Barbosa, que nesta época residia em Deodápolis, Estado de Mato Grosso do Sul, e lá era membro do Lions.

Em suas visitas a familiares aqui em Mirante do Paranapanema, convenceu seu cunhado Sr. Elias dos Santos a organizar um grupo de elementos idôneos para que pudessem fundar o Lions Clube em Mirante do Paranapanema.

Imbuídos desta idéia, logo conseguiram vinte elementos, e no dia 03 de Março de 1979, foi fundado o Lions Clube desta cidade.

Em um tempo recorde foi conseguida a "Carta Constitutiva", através do Lions Clube Internacional, isto ocorreu no dia 01 de abril de 1989.

No dia da fundação compareceu o Governador do Distrito L-12, que na época era companheiro Jackson Ribeiro Facão, do Lions Clube de Corumbá, várias autoridades municipais, bem como outras autoridades leonísticas com diversas caravanas de companheiros da região.

A partir da fundação deste clube, as reuniões aconteciam na casa dos companheiros havendo sempre revezamento.

Quando havia festiva ou posse de diretoria eram realizadas no Plimec ou Mirante Futebol Clube. O lema deste clube é "Nós Servimos".

A palavra Lions quer dizer:- Liberdade, Inteligência, Ordem, Nacionalidade e Serviço. Entre as principais atividades deste clube de serviço estão:- almoço de confraternização com idosos, cestas de Natal para os mesmos, ajudas à creche, ao Plimec, contribuição com material escolar, óculos e consulta para pessoas necessitadas, colaboram com o Centro de Formação e Promoção Humana.

Atualmente (2003) a diretoria do Lions está assim composta: Presidente: José da Costa Mota; Vice-Presidente: Antônio Alves de Oliveira; Secretário: Hildo Antônio Bim e Tesoureiro, Jaime Quirino dos Santos. Diretor Social: Jaime Quirino Cavalcante.

 

MILTON LOURENÇO DOS SANTOS

Nasceu 10.07.1950 em Nova Olinda de Pinhancó Estado da Paraíba.

Filho de Manuel Lourenço dos Santos e de Laura Barreiras da Anunciação.

Migrante da Paraíba para o distrito de Palmital. Hoje Mirante no começo dos anos 50 chegando em Palmital com 10 meses de idade vivi a minha infância no bairro Água do Repouso e Tupi; cursei o 1º ano do Ensino Base na escola de Emergência do Bairro Água do Repouso em 1957 e terminou o 4º ano na escola do bairro Água do Tupi em 1961.

Abandando os estudos para ajudar a família na lavoura, em 1964 foi trabalhar com o Sr. João Augusto de Almeida no Município de Rosana, próximo ao Rio Paraná.

"Eu achava muito bonito e curioso, eu ia olhar de perto, quando eu chegava no balcão eu pegava o lápis e desenhava um barco numa folha de saco de papel de veneno, passava um carro na estrada eu corria e desenhava. E ai um dia um senhor que tinha bote pediu para eu pintar o bote, mas não tinha pincel, sabe o que eu fiz? Fui no posto e cortei as quininas do animal e improvisei um pincel. Pintei o bote e fiz o letreiro com o dedo porque o pincel era grande; isto foi em 1965 no ano seguinte eu fui no patrimônio de Rosana, e o Sr Joaquim Bruno tinha que escrever no seu armazém,e me perguntou se eu sabia escrever. Eu disse que sim, mais na verdade foi a maior aventura de minha vida no campo profissional; mais graças a Deus fui aprovado, depois voltei para Mirante em 1967 a primeira placa que pintei aqui foi do Salão Líder do saudoso Petronilo, que para começar eu não cobrei, e depois fui pintando recebendo criticas e até gozações mais a minha vontade falou mais alto e hoje no campo profissional eu tenho um nome a selar e um certo respeito graças a Deus por essa vida que eu dediquei a Mirante eu quero parabenizar de coração pelos seus 50 anos de emancipação política e administrativa" Milton Lourenço dos Santos .

 

MIRANTE TÊNIS CLUBE

Conversando com um dos fundadores deste clube, ele nos declarou que de início reuniram um grupo de elementos que estavam interessados em fundar mais um clube nesta cidade, pensando em seus filhos e outros jovens mirantenses, para que tivessem um lugar a mais para desfrutarem de lazer.

Estes elementos venderam mais ou menos vinte títulos beneméritos a pessoas interessadas a contribuir e que com esta compra se tornariam sócios do clube, tendo direito em desfrutar do clube, sem pagar nenhuma taxa durante três anos.

Com esta arrecadação foi comprado um lote de 01 alqueire de terras do proprietário Sr. Luiz Pinheiro (Falecido).

A partir da compra do terreno, foram vendidos títulos de sócios proprietários a outras pessoas. Com mais esta arrecadação tiveram condições de dar início à construção deste clube.

Estas pessoas que se tornaram sócios-proprietários, tinham direito em desfrutar o que o clube oferecia, mas continuaram a pagar uma taxa mensal.

Este clube foi fundado em 29 de setembro de 1974, tendo como seu primeiro presidente o Sr. João Augusto de Almeida.

O presidente em 2003 é Ronaldo Queiroz dos Santos e o Vice-Presidente, e Francisco Augusto de Almeida, que é sobrinho do primeiro presidente, João Augusto de Almeida.

 

Nenca um talento musical de Mirante

POEMA

"MINHA CIDADE"

PRIMITIVO PAES DA SILVA

Mais que cidade limpa, e tão tranqüila,

Com suas ruas longas e bem cuidadas,

O seu asfalto negro reluzente...

Reflete a sombra das arvores enfileiradas.

Uma chuvinha fina, peneirando,

Aumenta mais o sossego aconchegante,

A praça da Matriz, com seu jardim,

É orgulho do povo de Mirante.

 

Avenida Brasil, silenciosa.

Seus canteiros, ao centro ornamentados,

Com lindas arvores, produzindo boa sombra,

E filtrando o ar que por nós é respirado.

Eu conheci, o Mirante pequenino,

Sua mentalidade mudou, fico contente

Agora vejo um povo progressista,

À bem da verdade, eu digo, inteligente.

 

O sol de inverno embranquecido.

Refletindo nas vidraças, seus clarões,

Antigamente só havia rádio à pilha

Hoje em dia só se vê televisões!

E a cidade crescendo, na planície.

 

Com seus jardins, suas casas imponentes.

Muitas vezes a cismar sozinho a noite,

Sinto saudades do povo de Mirante.

 

Aquela ruazinha estreita mais antiga

Seus canteiros trabalhados com critério,

Queria andar do começo ao seu final,

Eu queria descobrir a se mistério!...

Mas eu confesso, ruazinha eu tenho medo,

Você passa bem em frente ao cemitério!...

 

Cidade calma tranqüila e pacata.

Funcionando com muita eficiência,

Com seus bancos, hospitais e prefeitura

Beneficiando o povo adjacente.

Eu conheci o Mirante: Era uma vila,

Hoje é cidade, o progresso é seu tema,

Eu envelheci, e tenho saudades

Do Mirante, do meu Paranapanema!

 

 

ROTARY CLUBE DE MIRANTE DO PARANAPANEMA – SUA CRIAÇÃO

Foi fundado em 31 de agosto de 1960 por Antonio Zacarias, sendo que nesta época o mesmo participava do Rotary Clube de Santo Anastácio, e este ficou seno o padrinho do Rotary Clube de Mirante do Paranapanema.

Logo após, o Rotary Clube recebeu a carta do Rotary clube Internacional, autorizando a instalação do mesmo nesta cidade. Em seguida foi eleito o conselho diretor do qual o primeiro presidente foi o Dr.José Guedes da Silva.

Nesta ocasião este clube ainda não tinha sede, portanto se reuniram no MIRANTE JUVENIL CLUBE.

A partir de 1962, começaram a projetar a construção da Casa da Amizade, cujo terreno foi doado pelo saudoso Takeo Okubo.

A partir da doação do terreno, os membros deste clube começaram a fazer promoções com a finalidade de arrecadar fundos para a construção da sede tão almejada para todos.

O lema do Rotary Clube é "Dar de si, antes de pensar em si".

Partindo deste lema, um dos primeiros benefícios que o clube promoveu foi ajudar na recuperação de um deficiente físico, cujo nome é José Augusto Sobrinho. Este aluno, hoje já um homem feito, com perfeita saúde e inclusive exerce o cargo de professor no Estado do Paraná.

Durante estes anos, este clube vem desenvolvendo vários tipos de trabalhos, inclusive doações para o hospital do Câncer, aparelhos para deficientes físicos, materiais escolares, óculos, remédios para alunos carentes e para comunidades menos privilegiadas.

Desde a fundação deste clube nesta cidade, houve vários presidentes, cada um procurando fazer o melhor trabalho durante sua gestão.

Em 1986 foi projetada construção do "Abrigo dos Idosos", sendo que o Sr. Kanichi Kikuchi doou o terreno para a construção do mesmo. Desde então, o Rotary Clube vem fazendo promoções com a finalidade de concluir o tão sonhado "Abrigo dos Idosos", que já esta em fase de acabamento.

Atualmente o presidente deste clube é o Sr. Nicolas Elias Saab, que inclusive é presidente pela terceira vez, devido à sua dedicação e companheirismo.

Um dos lemas do Rotary Clube é: beneficiar um ou poucos é fácil, o importante é levar a todos o Beneficio de nossos atos.

O presidente do Rotary em 2003 é Clóvis da Silva Barbosa (Neno) e o Vice-Presidente, Armando Eto.

 

 

SINDICATOS DOS SERVIDORES MUNICIPAIS DE MIRANTE DO PARANAPANEMA

SINDICATOS DOS SERVIDORES MUNICIPAIS DE MIRANTE DO PARANAPANEMA teve sua fundação em 10/12/1988. Seus fundadores foram:

Augusto Patara; Josefa Fátima da Silva Castro Brás; Oscar de Souza; Antônio Bezerra Mendonça; Cláudio José Maioli e João Carlos de Freitas.

O sindicato conta atualmente (nov/2003) com 214 associados. Tem como presidente Maria Sueli Gonçalves de Paiva e Vice-Presidente, Terezinha Alves da Silva.

SINDICATO DOS TRABALHADORES RURAIS DE MIRANTE DO PARANAPANEMA

 

Edital de criação

Em cumprimento a Portaria Ministerial nº3.150 de 30.04.88, comunico que em eleição realizada neste Sindicato no dia 07 de agosto de 1988, foi eleita a chapa concorrente do pleito nº02, cuja Constituição é a seguinte:

Efetivos: José Cândido da Silva Neto, José Nilton da Silva e Edmilson Lopes de Souza.

Suplentes: Valdemar Tolentino Cangussu, Jose Hilário da Silva e Guilherme Guetz.

Conselho fiscal

Efetivos: Antonio Munhoz Vezetiv, José Alberto da Silva e Raimundo Alves Feitosa.

Suplentes: Paulo Roberto Shulz, Manoel Alves dos Santos e Alberto Serafim de Oliveira.

Delegados representantes:

Efetivos: José Cândido da Silva Neto

José Nilton da Silva

Suplentes: Raimundo Alves Feitosa, José Alberto da Silva.

Dos 312 (trezentos e doze) associados quites e em condições devotar, regularmente inscritos nas folhas de votação, compareceram e votaram: 222 (duzentos e vinte e dois) associados. Na reunião de distribuição de cargos, realizada no dia 08 de agosto de 1988, a diretoria desta Entidade ficou assim constituída:

Presidente: José Cândido da Silva Neto

Secretário: José Nilton da Silva

Tesoureiro: Edmilson Lopes de Souza

 

SINDICATO RURAL PATRONAL DE MIRANTE DO PARANAPANEMA

H I S T Ó R I C O

 

O SINDICATO RURAL PATRONAL DE MIRANTE DO PARANAPANEMA surgiu em primeiro plano como ASSOCIAÇÃO DOS PRODUTORES RURAIS DE MIRANTE DO PARANAPANEMA, graças a um grupo de produtores rurais encabeçada pelo Senhor JOÃO CARLOS MENEZES, que devido as dificuldades, encontradas com o decorrer dos tempos diante da situação do produtor rural, visualizou a necessidade de uma UNIÃO MÚTUA para juntos poderem lutar por seus direitos. Mais tarde, com o apoio dos Produtores e do Presidente da FAESP/SENAR, integrou-se a FEDERAÇÃO DA AGRICULTURA DO ESTADO DE SÃO PAULO, sendo fundado em 12 de abril de 1997, tendo sua sede provisória inaugurada no mesmo dia, com a presença do líder maior da Agricultura, DR. FÁBIO DE SALLES MEIRELLES, ao qual tem mostrado total dedicação e apoio para com o SINDICATO RURAL DE MIRANTE. Mais algum tempo e o SINDICATO assinou protocolo de intenções de Cursos com o SENAR – SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM RURAL, levando ao homem do campo cursos de Formação Profissional e Promoção Social, facilitando a vida de micros, pequenos e médios produtores rurais.

O SINDICATO RURAL PATRONAL DE MIRANTE DO PARANAPANEMA está localizado à Rua Alberto Shigueru Tanabe, Nº. 850 e tem como Presidente o Sr. JOÃO CARLOS MENEZES, pessoa íntegra que ao longo de seu terceiro mandato vem procurando fazer o melhor em prol do homem do campo. As dificuldades ainda existem, mas com nossas lutas e conquistas estamos conseguindo diminuir essas dificuldades e pretendemos conquistar vários outros objetivos por nós traçados.

O SINDICATO RURAL PATRONAL DE MIRANTE conta com vários serviços ao Produtor Rural, dentre eles: DMG – Demonstrativo do Movimento de Gado, Talão de Nota de Produtor, Inscrição de Produtor Rural, DIPAM, Abertura de Firma Rural (Departamento de Pessoal), RAIS, Declaração do ITR, Contratos Diversos, etc., oferece ainda por um preço mais acessível sêmen de boa qualidade para seus associados, para que possam melhorar geneticamente seus rebanhos, conta também com cursos de computação para toda população com preços bem acessíveis e professores capacitados. Estão disponíveis quatro funcionários para que possam atender melhor seus associados e a população em geral.

No dia 30 de agosto de 2001, foi inaugurada a sede definitiva do Sindicato Rural e Regional do SENAR, graças ao esforço do DR. FÁBIO DE SALLES MEIRELLES, com amplas instalações e ótima localização para melhor atender o homem do campo e a população em geral.

Parcerias: FAESP/SENAR/SEBRAE, Prefeitura Municipal, UNOESTE, CATI, Casa da Agricultura, ITESP, Correios, SABESP, Associação Comercial, Bombeiros, Centro de Formação e Promoção Humana, Conselho Tutelar, INCRA, Lions Club, O.A.B., Pastoral da Criança, Polícia Militar, Polícia Ambiental, Previdência Social, Rotary Clube, Secretaria de Segurança Pública, Diretoria Estadual de Ensino, Secretaria de Emprego e Relações do Trabalho, TV Bandeirantes, Governo do Estado de São Paulo, Colégio Solução, Laticínios Novo Tempo, e voluntários da Comunidade.

 

Serviços: Fotos 3x4; Expedição de Carteira de Trabalho, C.P.F. e Carteira de Identidade; Palestras sobre Direitos Trabalhistas, Drogas, Violência Doméstica, Alcoolismo, Saúde Bucal, DST/Aids, Câncer de Mama, Oficina de Trabalho, Como falar em público, Como ser um Empresário Rural, Como se preparar para se inserir no Mercado de Artesanato; Verificação de Pressão Arterial; Coleta de Sangue; Coleta para exame preventivo – papanicolau; vacinas; Controle de peso e altura; Distribuição de preservativos; Fisioterapia; Brinquedoteca para crianças, trabalhos com desenhos e pintura; Orientações do Conselho Tutelar; Torneios esportivos; Apresentação dos Bombeiros Mirim; Apresentação de Grupos de Capoeira, Musicais e Danças; orientações sobre agricultura; e outros.

 

MIRANTE FUTEBOL CLUBE, TRADIÇÃO E GLÓRIA DO FUTEBOL MIRANTENSE

O Mirante Futebol Clube, a mais antiga agremiação da cidade, foi fundado em 08 de outubro de 1952, em uma reunião de especialmente convocada naquela data na residência do Sr. Antonio Augusto de Almeida foram delineados os planos da fundação do Clube que tantas glórias tem conquista para o orgulho do desporto da cidade que lhe empresta o nome. Presidiu os trabalhos da reunião da qual ficou constituída uma Comissão incumbida de elaborar os Estatutos do Mirante Futebol Clube, o Dr. José Guedes da Silva, que pela sua dedicação e arrojo foi eleito em Assembléia Geral realizada em 28 do mesmo mês, Presidente da Diretoria. Estava assim, iniciada uma caminhada cheia de glórias que tem sido até hoje, a história simples mais entusiasmada do Mirante Futebol Clube. Eleito e empossado o Doutor José Guedes da Silva cumprindo um dispositivo estatutário, escolheu os demais membros da Diretoria que foram os seguintes: para 1° Vice-Presidente, Francisco Farias; para 1° Secretário, Francisco Mario Pires, para 2° Secretário, Geraldo Gamba, para 1° Tesoureiro, Ademar Tenório Pacheco; para 2° Tesoureiro, Mario Segundo Pires Videira, para Diretor Esportivo, Lazaro Mendes da Silva feliz em sua escolha, o Doutor José Guedes pode realizar o suficiente para organizar a parte Social do Clube, e também proporcionar aos adeptos do Futebol, belas tardes esportivas. Terminado o mandato da Diretoria sob a Presidência do Dr. José Guedes, realizaram-se as eleições para eleição do novo Presidente, recaindo a escolha no esportista Caetano Lopes, que entretanto, em virtude da falta de apóio, não pode realizar tudo o que desejava, chagando ao extremo de paralisar as atividades sociais e esportivas da Sociedade. Novas eleições se realizaram, e desta feita foi eleito o Sr. Francisco Mario Pires, que vem lutando modestamente juntamente com seus companheiros pela sobrevivência do clube. Uma das mais felizes conquistas da atual Diretoria do Mirante Futebol Clube, foi a doação do terreno destinado a construção da praça de esportes da agremiação, cuja doação foi recebida do cidadão Irako Okubo um dos fundadores do Município de Mirante do Paranapanema. Reeleito o Sr. Francisco Mario Pires, pretende com o apoio de seus companheiros de Diretoria e do povo em geral, do Município, construir durante o exercício de 1957 o estádio do Mirante Futebol Clube.

A batalha mais difícil neste sentido já foi superada. Trata-se, do serviço de terraplanagem do terreno. Vencida essa etapa, voltam os mentores Mirantenses sua preocupações para o serviço do cerco do campo. Para levar a frente essa magnífica obra que é o cartão de visita da cidade, o Sr. Francisco Mario Pires contará com o apoio dos seguintes Diretores: 1° Vice-Presidente, Antonio Fernandes Cano; 2° Vice-Presidente, Genário da Costa Matos; ambos fazendeiros; 3° Vice-Presidente, José Mario, comerciante; 1° Secretário, Antonio Murat, professor; 2° Secretário Aymar Joppert, escriturário, 1° Tesoureiro, Dionísio Figueiredo, Cortador; 2° Tesoureiro, Mucio Mirales Marinho e Diretor Esportivo, José Fernandes.

A praça de Esportes do Mriante Futebol Clube, depois de concluída, será uma das melhores da alta Sorocabana, motivo pelo qual estão de parabéns os esportistas Mirantenses.

 

 

O MIRANTE FUTEBOL CLUBE NESTA FASE DE PROGRESSO, CONTA COM SEU APOIO. CONTRIBUA PARA O FUTEBOL DE MIRANTE DO PARANAPANEMA PRESTIGIANDO NOSSAS INICIATIVAS.